quarta-feira, 5 de maio de 2010

PERCEBI NO MUNDO


Percebi no mundo...

Que há pessoas de luz

Como há pessoas de trevas


Percebi no mundo...

Que na luz, há imperfeição.

Como na escuridão há pessoas sem mazelas.


Eu percebo e não ignoro.

Estou em meio a tudo isso, e

Há momentos que não agüento e choro.


Somos todos iguais,

Diferenças são apenas temporais.

Momentâneas por vezes desiguais.


Eu choro por estar em tudo isso,

E não ter uma ferramenta certa,

Para que possa trabalhar e tirar...

Companheiros, parceiros, irmãos,

Parentes, primos, vizinhos, amigos,

Colegas ou mesmo só um conhecido.

Porra!Eu mesmo.

Remove-los dos lodos e lamaçais,

Dessas trevas abismais...


Percebi no mundo...

Que qualquer lagrima,

derramada desse meu choro

covarde e sem atitude,

é um choro absurdo.


Percebo isso também no mundo...

Que tais lamentações, não auxiliam ninguém,

Embaixo desses viadutos.


Ações não são lamentações.

Nem a observação, daquilo que vemos de errado.

Ações são intervenções,

mesmo que seja uma simples palavra de agrado.

2 comentários:

  1. Palavra Poder Para o Povo.

    Me sinto poesia dentro da sua escrita!

    asè

    ResponderExcluir
  2. Belas palavas duras.... show de blog...

    ResponderExcluir